sábado, 28 de novembro de 2009

História de amor - Caldeirão do Huck

Gente, sei que estou devendo postagens sobre o assunto do blog mesmo: turismo! Mas estou mergulhada em invenções aqui em casa...
Hoje assisti o Caldeirão do Huck e me impressionei com a história que eles contaram da Flávia Letícia! Foi uma das (senão A) maior história de amor da vida real que já vi! Ver que algo assim existe emociona mesmo!
A piauiense Flávia Letícia conheceu o angolano Emílio em um festival de teatro lá no Piauí e se apaixonou a primeira vista! Tentou se aproximar dele e ele sempre saía de perto até que no dia que ele ia embora ela se declarou! Foi até o aeroporto e contou pra ele que gostava dele... E o que ela descobriu? Que ele também tinha se apaixonado a primeira vista por ela, mas que por ser muito tímido ele não tinha coragem de encará-la! Eles ficaram juntos por cerca de 1 hora até ele voltar pra Angola.
Ela descobriu que o Huck ia pra Angola e contou em posts no twitter a história de amor dela! E o Luciano foi atrás pra ver se era amor de verdade e acreditou na história e levou ela junto pra lá!
Acho que todos que estavam assistindo ficaram apreensivos com a reação do rapaz quando encontrasse ela... Então o Huck fez de conta que só tinha um vídeo de mensagem pra ele, e ele se emocionou, chorou! E quanto encontrou ela, ficou super emocionado!
Eu parecia uma louca chorando na frente da tv!!!
Parecia que eu estava assistindo a história de uma comédia romântica! Coisa boa ver que histórias assim existem na vida real!
Pra quem quiser conferir, é só clicar aqui e ir conferir a história toda no site do Caldeirão do Huck.


Abraços a todos!

5 comentários:

Veronica Kraemer disse...

Pri, vou conferir!!! Eu mao estas hostórias tbm. e choro pacas!!!
Beijos e um lindo domingo
Vero:)

Artes da Ló disse...

oi amiga,vim agradecer o carinho,bjs!

Rita Vieira disse...

Eu também vi essa história!

Muito linda, né?

Beijo, querida!

Luciana Casado disse...

Miga!! Tu tb viu?!
Eu achei linda, mas morri de medo do angolano não dar bola para ela... ai ai... esse meu realismo, as vezes, tira todo o romantismo... hehehe

Susy Alves disse...

Pri que linda a história, não vi no sabádo, vou dar uma olhadinha no site do caldeirão...

bjuss :)

Obrigada pelo carinho, sempre.